Psicoterapia ou Terapia

 

Qual a diferença entre Terapia e Psicoterapia?

 

Vou viajar e não quero interromper a minha psicoterapia, o que eu faço nesta situação?

 

Estou fora do país e preciso muito de uma sessão de psicoterapia, como faço?

 

 

A Psicoterapia é uma prática exercida pelo psicólogo por representar em sua figura sua forma mais tradicional: a atuação clínica. Quando pensamos no psicólogo clínico, comumente imaginamos um profissional sentado em frente ao paciente, dentro de uma sala, escutando este relatar seus problemas, analisando e pensando melhores formas de enfrentar suas questões. De fato, essa é uma imagem comum nessa prática, pois a Psicoterapia consiste em um processo de exploração e reorganização do funcionamento psíquico por meio de técnicas e métodos fundamentados cientificamente, embasados pela prática e ética do profissional. Fora do contexto do consultório fica mais difícil visualizarmos como essa prática seria possível, no entanto, atualmente a Clínica Psicológica e a Psicoterapia ganharam novas fronteiras, pois é possível fazer psicoterapia em hospitais, na própria residência da pessoa atendida ou mesmo a distancia com o uso de ferramentas de comunicação digital.

 

A gama de técnicas e abordagens teóricas que a ciência psicológica acumula ao longo dos anos permite que cada vez mais se inove em busca da melhoria da qualidade de vida dos pacientes.

 

Mesmo com todos os avanços, a Psicoterapia ainda é uma forma eficaz de resolução de problemas e tratamento de diversas doenças, depressão, ansiedade e dificuldades de relacionamento, e é muito recomendada em conjunto com tratamentos medicamentosos psiquiátricos ou na adesão de tratamentos prolongados em doenças crônicas por exemplo.

 

Um aspecto muito importante a ser considerado na Psicoterapia é a participação ativa da pessoa atendida em seu tratamento, pois não se trata de aconselhamento, e sim de uma prática capaz de suscitar o empoderamento que se necessita para resolver os problemas e conquistar autonomia, gerando, dessa forma, auto­conhecimento.

 

O psicoterapeuta age como um intermediador dos conflitos da pessoa atendida, propiciando um olhar acolhedor e ao mesmo tempo técnico, que permite diferentes percepções de si e da complexidade das relações humanas modificando o micro para agir no macro da esfera dos relacionamentos.

 

No entanto, legalmente falando, a Psicoterapia seria uma prática exclusiva do psicólogo, visto que só a partir da resolução do CFP (Conselho Federal de Psicologia) de dezembro de 2000 passou a ser uma prática necessariamente exercida por esse profissional, por ser baseada em técnicas e métodos reconhecidos pela ciência e pela ética profissional, e por ter em sua formação e graduação estrutura teórica capaz de abordar o ser humano em diversos aspectos e complexidade.

 

O psicólogo precisa seguir princípios e procedimentos que qualificam sua prática, como buscar constante aprimoramento, fundamentar sua avaliação para o psicodiagnóstico, manter clareza de procedimentos e técnicas utilizadas com as pessoas atendidas, assim como contrato e desenvolvimento do processo psicoterapêutico, e principalmente, ser capaz de se relacionar e observar a pessoa atendida em sua diversidade subjetiva e objetiva.

           

Com isso queremos dizer que, para que uma Psicoterapia seja abrangente e eficaz, o psicólogo é o profissional mais qualificado para esse tipo de trabalho, e a extensa trajetória de pesquisas e embasamento teórico que a Psicologia tem como arcabouço faz com que esta ciência possa reivindicar a Psicoterapia como uma prática própria.

 

Gostaria de informações sobre psicoterapia a distancia. 

 

Tenho interesse em começar uma psicoterapia. 

 

Gostaria de mais informações, clique aqui para enviar um e-mail ou WhatsApp.

Please reload

2016 por patrícia cividanes